Estão abertas as inscrições para a II Vivência Agroecológica no acampamento Marli Pereira da Silva, em Paracambi, RJ

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

marli pereiraO Acampamento Marli Pereira da Silva ( MST-Paracambi, RJ) em parceria com o coletivo MUDA UFRJ, no contexto do Projeto de Extensão “Vivências Agroecológicas com Movimentos Sociais – VAMoS”, irão realizar a II Vivência Agroecológica no Acampamento que acontece no primeiro final de semana de maio.

A atividade faz parte da programação da V Jornada em Defesa da Reforma Agrária que está sendo realizada na Universidade Federal do Rio de Janeiro. 

A Vivência Agroecológica começa na sexta-feira a partir das 18 horas, do dia 04/05  quando os participantes chegam no acampamento, e duram dois dias, encerrando no domingo, 06/05 a tarde. A Vivência busca promover experiências de troca de conhecimentos entre realidades distintas e cooperação para a execução de tarefas em mutirão, buscando sempre fortalecer os atores da Agroecologia. 

Inscrições no formulário:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSd5s-KVa38vjsb4hB7dLPZi9IkMzcCHUUI_J1I9cAb542taOA/viewform?c=0&w=1

Programação:
04/05/2018
18hrs – Recepção no Acampanento
20hrs – Janta e Apresentação
22hrs – Descanso 
05/05/2018
Manhã: Alvorada, café da manhã e reconhecimento
Tarde: Almoço e Mutirão
Noite: Janta e vídeo debate
06/05/2018
Manhã: Alvorada, café da manhã e mutirão 
Tarde: Almoço e Avaliação

ALIMENTAÇÃO E ACOMODAÇÃO
As refeições desde sexta a noite até domingo após o almoço serão providas coletivamente, vamos nos organizar para adquirir e prepar os alimentos junto ao acampamento. Para isso será feito uma estimativa dos gastos e um rateio dos custos da vivência, sugerimos uma contribuição consciente de 30 a 60 reais, de acordo com os gastos contabilizados, para cobrir todos os custos da vivência. A acomodação será em acampamento, levem suas roupas de cama, isolantes e barracas. 

COMO CHEGAR:
Vamos nos encontrar até as 18 horas no Laboratório Vivo de Agroecologia e Permacultura (LaVAPer), que fica localizado no estacionamento dos fundos do bloco A, no Centro Tecnológico (CT), na Cidade Universitária. Estamos buscando confirmar um transporte da UFRJ. 
Quem tiver intenção de ir de carro, por favor divulgue para que possamos esquematizar caronas!

Inscrições no formulário:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSd5s-KVa38vjsb4hB7dLPZi9IkMzcCHUUI_J1I9cAb542taOA/viewform?c=0&w=1

————————–———“—-“———–————————–———–
Desde a sua fundação, o Movimento Sem Terra se organiza em torno de três objetivos principais:
• Lutar pela terra;
• Lutar por Reforma Agrária;
• Lutar por uma sociedade mais justa e fraterna.
O Movimento está organizado em 23 estados e no DF, nas cinco regiões do país. No total, são cerca de 500 mil famílias que conquistaram a terra por meio da luta e da organização.

marli pereira 1O Acampamento Marli Pereira da Silva luta pela reforma agrária em Paracambi desde 16 de agosto de 2009. Nesse acampamento foi fundado o Empório da Chaya, um coletivo de mulheres acampadas do MST em Paracambi-RJ. Esse coletivo tem como objetivo principal promover a cooperação e geração de renda à partir da criatividade culinária da planta chamada chaya, cultivadas pelas mulheres. A chaya tem um alto valor nutricional e medicinal e tem servido de matéria-prima para diversas receita, como a Crepioca de chaya, o suco de chaya c/ limão, o mousse de chaya c/limão, as panquecas de chaya, creme de chaya, etc. Página no facebook: https://www.facebook.com/AcampamentoMarliPereiraDaSilva/

O Grupo MUDA UFRJ – Mutirão de Agroecologia – surgiu em 2009 e desde então busca se envolver com soluções coletivas para a melhoria da qualidade de vida. A partir dos conceitos agroecologia, permacultura e tecnologias sociais, busca-se parcerias para solucionar problemáticas ambientais, melhorar a saúde individual e coletiva e promover a aproximação entre campo e cidade. O MUDA tem uma área experimental denominada Laboratório Vivo de Agroecologia e Permacultura (LaVAPer), localizada no Centro de Tecnologia da UFRJ, é um espaço laboratorial vivo e aberto a visitação.http://muda.poli.ufrj.br/

Saudações Agroecológicas! 
Avante Reforma Agrária!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *